Call center para ajudar na cobrança da dívida ativa

A divida ativa nos Municípios supera os 200 bilhões de reais.

E só ouvimos lamentações dos gestores.

“A crise, a crise”

“Falta de dinheiro!”

Precisamos cobrar este estoque imenso que é superior a arrecadação anual de todos os Municípios juntos.

É preciso ação.

E, neste sentido, entre as várias sugestões que viemos trazendo, queremos falar sobre mais uma: a utilização de call center na cobrança da Dívida Ativa.

Em regra geral, na estrutura da gestão da dívida o que ocorre é a equipe atuante fazer a manutenção do estoque, mas com pouquíssimas ações pró ativas de cobrança. Sai uma notificação vez ou outra. Vai a execução muito raramente. Regularidade mesmo é sair um REFIS. No resto a equipe fica fazendo a manutenção. Cuidando da Dívida Ativa em estoque.

Numa ação mais pró ativa e visualizando características que a secretaria de fazenda tem com o setor bancário, que não cabe aqui alongar, é preciso se utilizar de todas as ações e meios que o mercado utiliza para ampliar as suas receitas que se encontram como devedores duvidosos.

O mercado, quando encontra casos de curta inadimplência, sempre se utiliza deste contato pelo call center para motivar, lembrar e se fazer presente na agenda dos compromissos do cidadão para que ele não se esqueça que tem este débito.

Os Municípios emudecidos acabam por não ser lembrados.

É preciso a implantação deste serviço que, acima de tudo, mostra a eficiência e o empenho da administração municipal em procurar buscar, para os cofres públicos, a receita que pertence ao conjunto da sociedade.

Trabalhando para evitar a prescrição, mas, acima de tudo, evitando a execução fiscal. Algo sempre ruim para o processo politico, mas que também acaba sobrecarregando os procuradores municipais. Que assim poderiam ficar com o tempo mais voltado a estudar e analisar os casos mais emblemáticos do estoque.

Manter-se ativo, se apresentando aos contribuintes devedores, faz com que consigamos rememorar ao cidadão suas responsabilidades.

Podemos definir novas datas e envio de guias por e-mail. Podemos enviar SMS de alerta para vencimentos, podemos, pelo call center, fazer busca e corrigir endereços, falta de dados como CPF e CNPJ.

Tudo para estimular o pagamento.

Isso aumenta, consideravelmente, a arrecadação dos créditos inscritos em dívida. Evita atrasos contínuos das parcelas nos financiamentos, amplia a modernização da gestão da cobrança, previne a prescrição e diminui o congestionamento do Poder Judiciário.

Vamos ser mais pró ativos na cobrança dos nossos créditos.

Seja para aumentar as receitas. Seja para cumprir a Lei. Ou seja em respeito ao contribuinte que paga em dia.

Por Eudes Sippel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *